O Alienista por Caleb Carr

CARR, Caleb. O Alienista. Editora Record. 1995. "O Alienista" é uma obra pioneira do gênero de ficção policial e mistério, que nos imerge no mundo dos fenômenos de assassinatos, onde a história da criminalidade se desenvolve no final do século XIX, mais precisamente no ano de 1896, na cidade de New York. A construção da... Continuar Lendo →

Psicopatas do Cinema por Giovana Castro

CASTRO, Giovana. Psicopatas do Cinema: Uma análise da mais perversa patologia na sétima arte. Editora FoxTablet. 2014. A obra de Giovana Castro é embasada em uma análise de famosos assassinos retratados no cinema, como Hannibal Lecter, Norman Bates, John Kramer, Patrick Bateman, e muitos outros personagens, por meio de uma ótica psicanalítica realista, através da... Continuar Lendo →

O Código Da Vinci

Imagem: SETIMODIA, 2009 Por Weverlin Ferreira Brizola Livro: O Código Da Vinci Autor: Dan Brown Ano de publicação: 2003 Editora: Random House nos EUA, e Editora Arqueiro no Brasil Referência: BROWN, Dan. O Código DaVinci. Tradução de Mário Dias Correira. São Paulo: Arqueiro, 2012. Um dos principais motivos para a escolha de "O Código Da... Continuar Lendo →

Uma classificação para livros digitais

Livros digitais nada mais são do que arquivos de texto em algum formato que possa ser lido seja em telas de computador, tablet, smartphones e, principalmente, os e-readers, os dispositivos específica para a leitura digital.   Há que considere como “livros digitais“ somente essa última categoria, isto é, os arquivos que são feitos para serem... Continuar Lendo →

Leitores & leitores

Já escrevi por aqui que sou leitor compulsivo. A era da leitura digital só açodou meu gosto pela leitura. Hoje há uma superoferta do que se ler. Como o ciberespaço é uma construção primariamente textual, mesmo os pouco afeitos ao texto acabam por frequenta-lo, nem que seja na marra de um Facebook, um Instagran ou... Continuar Lendo →

O céu noturno de Campo Grande é muito mais bonito do que podemos ver a olho nu.

Não se admire se um dia Um beija-flor invadir A porta da tua casa Te der um beijo e partir ... Geraldo Azevedo

REVISITANDO “AS PEGADAS DE ALICE”

Há quase onze anos atrás, eu defendia minha dissertação “Nas pegadas de Alice: metáforas do ciberespaço”, na UFMS sob a orientação do professor doutor Edgar César Nolasco. O escopo do meu trabalho era estudar alguns dos fenômenos/processos que eu julgava ver na internet naqueles tempos. A partir da visão de Pierre Lévy sobre ciberespaço e... Continuar Lendo →

Na geladeira em tempos temerosos

Amigos do site. Peço um milhão de desculpas por ter parado de publicar por tanto tempo. Reparto com vocês alguns dos motivos que me levaram a essa afazia. Já passado da casa dos 50, resolvi por em prática meu desejo de ter um website para conversar com as pessoas. O foco seria – e é... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑