Por que os e-readers ainda não são coloridos?

O PocketBook é um e-reader vendido no exterior com versões em telas coloridas. O da foto é de 7,8″ e, conforme o website Oficina da Net*, pode ser encontrado no exterior por U$ 329,00. No Brasil, encontrei uma versão de 6″ por R$ 2.599,00 no marketplace Mercado Livre.

Aqui no Leitura Digital já abordamos diversos modelos de e-readers. Todos utilizam-se da tecnologia e-ink (tinta eletrônica), desenvolvida há quase duas décadas e que têm por características principais estabilidade total de visibilidade, dando ao usuário a sensação de estar olhando para uma folha de papel. E, na maioria dos casos, os produtos a disposição são monocromáticos. Na verdade, o título desse post não é totalmente verdadeiro, uma vez que, lá fora, é possível encontrar alguns e-books (lá da China, sempre a China…), com telas coloridas. Mas essa novidade não está animando muito os “grandes” fabricantes ocidentais, como a canadense Kobo ou a americana Amazon, distribuidora dos kindles. Já possível encontrar e-inks coloridos, como o PocketBook. No momento em que escrevi este artigo, pude encontrar no Mercado Livre (de vendedor desconhecido) o modelo E-book Pocketbook Color (PB633), com tela de 6”, 16gb de espaço interno (os novos Kindles tem, na maioria, 8gb) e prometidas 4096 cores. Isso tudo por “apenas” R$ 2.599,00. Quase de graça.

Sobre esse modelo, que não conheço, poderia dizer que dificilmente o compraria. Além de ser uma marca desconhecida, típica de “importadores informais”, pela metade do preço, no Brasil, dá para comprar o top de linha da Amazon (com nota fiscal, garantia e parcelamento), o Kindle Oasis de terceira geração. Com hardware possivelmente melhor e excelente tela de 7”, esse e-reader é um dos melhores modelos disponíveis no mundo atualmente. Ressalte-se que a Amazon já teria anunciado a versão 4 desse produto em 2020, mas provavelmente por conta da pandemia, ainda não o fez. Então teremos alguma novidade ainda em 2021 ou em 2022.

Um problema da tecnologia e-ink é que a ela não se permite a troca rápida de telas. Não veremos vídeos nessa plataforma, seja a cores ou não. A nitidez, em telas com tons de cinza, é bastante elevada. Mas sofre queda acentuada em telas coloridas. Outra questão é que, as versões coloridas, quando se tornarem comuns, serão mais indicadas para telas grandes, pois assim poderemos ver imagens de Comics ou de livros ilustrados, o que, em telas monocromáticas, é uma experiência pobre. Portanto, uma tela colorida de 6” seria apenas uma curiosidade. Pior ainda com a resolução provavelmente baixa que pode ter.

Quando o assunto é tecnologia digital, tudo o que é escrito será logo superado. Pode ser que a Amazon ou outro grande fabricante nos surpreenda com algum produto que preencha todas as lacunas, nos oferecendo (de preferência a preços módicos), um e-reader de alta definição com tela de 16 milhões de cores e umas 10”, para, finalmente, lermos aqueles quadrinhos incríveis que podem ser encontrados aqui na internet ou, melhor ainda, comprados honestamente nas e-book stores.

* Veja em https://www.oficinadanet.com.br/tecnologia/35148-e-reader-inkpad-color-possui-tela-de-7-8-polegadas-colorida-com-tela-kaleido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: