A arte da Persuasão por James Borg

BORG, James. A Arte da Persuasão: Consiga tudo o que quer sem precisar pedir. Editora Saraiva. 2011.

Nesta obra o psicólogo, consultor de gestão e ilusionista James Borg apresenta aos leitores, através de uma narrativa em primeira pessoa, a temática de persuasão e sua influência em aspectos profissionais e pessoais, na qual é retratada inicialmente como uma “fórmula mágica”, em que, segundo o autor, é definida como “qualquer mensagem que procure influenciar as opiniões, atitudes ou ações das pessoas”. Sendo esta um instrumento que pode ser apreendida e desenvolvida por meio dos métodos esclarecidos em seu livro.

Para o desenvolvimento dos métodos citados o autor traz conceitos consagrados como de Carl Gustav Jung destrinchando-os de forma resumida, mas como matriz da obra é utilizada suas experiências pessoais como meio de validação e credibilidade de seu conteúdo, onde é garantido pelo mesmo que, através desta leitura serão adquiridas habilidades de persuasão, que, por consequência está relacionada ao desenvolvimento das capacidades de confiança, liderança e autoestima. Essas capacidades são compostas por aspectos complementares trazidas sequencialmente em cada capítulo que, na perspectiva de Borg, estabelecem a capacidade e eficiência da persuasão dos “meros mortais”, sendo esses aspectos: a compreensão do poder das palavras; como ser um ouvinte eficaz; como desenvolver e melhorar sua memória; como controlar a atenção dos outros; linguagem corporal e outros sinais não verbais.

O autor recorre principalmente a um conteúdo exemplificado, com uma linguagem acessível e bem traduzida, evitando termos técnicos ligados à área de linguagem corporal, programação neolinguística e similares, na qual torna o livro de fácil entendimento, mas com conteúdo limitado quando comparado a obras como Manual de Persuasão do FBI de Jack Schafer, Marvin Karlins e as obras de Henrik Fexeus como Quando Você Faz o Que Eu Quero, A arte de Ler Mentes e outros. Com isso, conclui-se que o autor tem um grande repertório para marketing de suas obras, e é extremamente generoso em suas transcrições exemplificadas e pessoais, mas a garantia de um criar um profissional da persuasão após essa obra pode ser um palpite arriscado e superestimado, mas recomendaria a leitura para desenvolver noções básicas de linguagem não verbal e egocentrismo.

Bruna Luciana Valle é acadêmica do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: